Para 17 Aug, 2017

Tana sukha, dhana sukha, māna sukha,
bhale dhyāna sukha hoya.
Para samatā sukha parama sukha,
atula aparimita hoya.

Tana sukha, dhana sukha, māna sukha,
bhale dhyāna sukha hoya.
Para samatā ka parama sukha,
Aisa anya na koi.
Escute o áudio

Melhor do que os prazeres dos sentidos, da riqueza, da fama
ou, ainda, do que a felicidade da concentração,
é a felicidade da equanimidade,
sem comparação ou limite.

Melhor do que os prazeres dos sentidos, da riqueza, da fama
ou, ainda, do que a felicidade da concentração,
é a felicidade da equanimidade,
sem qualquer comparação.

–S.N. Goenka